5 dicas antes de você criar um Instagram para seu pet

Os animais dominam o Instagram! Você certamente deve seguir algum perfil de um cãozinho ou gatinha fashion, engraçados, fofos, etc. Para se ter uma ideia da dimensão que os pets têm na rede social, são mais de 18 milhões de posts com a tag #instadog, uma das mais populares para filtrar o conteúdo canino na rede.

Pets populares no Instagram podem ter milhões de seguidores, e muitos até rendem um dinheiro para os seus donos com publicações patrocinadas. Que tla você mesmo se arriscar?

Veja algumas dicas para criar uma página do seu pet:

Faça por amor!

Não pense em fama… Nunca force o seu bicho a fazer algo que ele não esteja curtindo. Por exemplo: Doug, o pug abaixo, parece que fica confortável vestindo as mais variadas fantasias. Aparentemente, o animal se diverte no processo…. Mas a gente sabe que nem todo pet curte essas coisas, então foque na sua diversão e do seu bichinho. Faça por amor e, se ele não estiver gostando, apenas pare!

Dê uma voz ao seu pet

Crie uma história e uma voz para o seu pet. Qual é a característica marcante dele? Como você pode explorar isso? Por exemplo, o dono da gatinha Lil Bub resolveu usar a aparência engraçada do animal para criar uma história envolvendo… alienígenas!

Seja espontâneo

Pegar momentos espontâneos é a chave para capturar a essência do seu bicho. Ele faz alguma cara engraçada? Tem uma mania que merece ser compartilhada? É por aí que você vai conseguir criar uma página com momentos legais.

Showing off my #Disneyside at @Disneyland. I always win at life.

A photo posted by Trotter (@trotterpup) on

Originalidade conta muito

Se você quer ter uma página diferente das que existem por aí, é bom quebrar a cabeça para ter uma ideia original. Existem muitos (muitos mesmo) animais com fanpages. Às vezes, criar apelidos como o Hamilton, o gato hipster, pode ajudar a ganhar mais seguidores.

Registre várias situações

Qualquer situação pode gerar um clique ou um vídeo legal. Não pense apenas em mostrar toda a fofura do seu pet… Um passeio, uma soneca, a hora da comida e até o veterinário podem render boas histórias. Explore!

Fonte: Pet Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *